04/05/2013 10:10

 O Sr já definiu a qual partido vai se filiar?

Jorge Boeira - Não tem nada, preciso de muita liberdade para decidir isso. Não posso mais errar.

O Sr tem até setembro... JB- Sim mas pretendo não esperar até setembro. Preciso fazer uma triagem, buscar um espaço político onde me sinta bem e onde haja viabilidade eleitoral. Eu penso que se tivesse ficado no PSD, também teria dificuldades de me eleger. O partido na minha avaliação só consegue eleger dois deputados federais.

O Sr teve uma conversa com o governador Eduardo Campos. O quadro não evoluiu?

JB- O Eduardo saiu daquela reunião com tarefas para realizar e ficou de me dar retorno. Ele quer construir o palanque dele em Santa Catarina. Eu indiquei a ele quatro nomes no estado que poderiam auxiliar neste processo e isso me inclui. Eu assumiria o partido.

Neste projeto de palanque para Eduardo Campos o Sr poderia ser candidato ao Governo em 2014?

JB -Minha avaliação de fato poderia ser outra.

Qual?

JB- Eu não sei o que vai ser construído naquela condição do chapão onde teria o PSD, PMDB, PP e PT mas, nessas condições, um outro candidato não se sairia mal. Mesmo assim, acredito que essa possibilidade hoje é remota. O PT por exemplo caminha para ter candidato e tenho ouvido do Mauro Mariani que se ele ganhar a eleição para a presidência do PMDB, ele também será candidato ao governo.

Nessas condições o Sr não seria candidato ao Governo?

JB- Se fosse o chapão e um outro, não haveria problemas mas penso que no quadro atual essa possibilidade já passou.

O Sr tem um prazo para voltar a conversar com Eduardo Campos?

JB- O que ele me falou é que não é pra eu decidir sem voltar a conversar com ele.

E o PCdoB?

JB - Não evoluiu. Tivemos um primeiro diálogo e não houve mais contato. Hoje, tive conversa também com o ex-prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro mas não foi exatamente um convite para filiação ao PSDB. Foi uma análise da conjuntura. Eu disse a ele que estou em fase de análises e Avaliações.

Enviando Comentário Fechar :/