Tendência de o MDB apoiar Haddad e do PSDB apoiar Bolsonaro leva chapa encabeçada por Mauro Mariani para palanque dividido no segundo turno

26/09/2018 10:01

Enquanto no MDB de Santa Catarina predomina a possibilidade de apoio no segundo turno para o candidato de Lula, Fernando Haddad, no PSDB a tendência é pró-Bolsonaro. Seria um cenário "normal" não fosse o fato de o PSDB estar coligado com o MDB no Estado.

O candidato ao Governo, Mauro Mariani, tem como vice Napoleão Bernardes, que é do PSDB e na agenda que cumpriu ontem em Criciúma declarou " A tendência é não voltar ao passado recente, que não deu certo para o Brasil".

A frase, mencionada na coluna assinada pelo jornalista Adelor Lessa, Jornal A Tribuna de hoje, é forte indicativo de que em caso de se confirmar a tendência entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro, o tucanato de Santa Catarina opte pelo candidato do PSL.

Sempre cauteloso em suas colocações no entanto, Napoleão frisou que  continua em campanha por Geraldo Alckmin, do PSDB, e que acredita nele no segundo turno.

Eventual definição do MDB para Haddad e do PSDB para Bolsonaro em Santa Catarina no entanto, indica palanque dividido no segundo turno no Estado.

 

 

 

Enviando Comentário Fechar :/