15/08/2018 08:48

A campanha ainda não está totalmente na rua mas as alfinetadas indiretas entre as coligações compostas por Mauro Mariani, do MDB, e Gelson Merísio, do PSD, já iniciaram. Ontem, na  'ala Mariani' foi divulgada nota que juntos os senadores e deputados federais da coligação somaram R$ 87 milhões em emendas para a aquisição de equipamentos para Hospitais Filantrópicos do Estado. 

' O valor é quase dez vezes maior que o dos parlamentares do PP, PSD e DEM, que juntos somam R$ 8,9 milhões. O deputado federal João Paulo Kleinubing, ex-secretário da Saúde no Estado não apresenta nenhuma emenda para o setor. Da mesma forma, Esperidião Amin aparece sem nenhuma contribuição', completava a nota. 

A informação gerou reação imediata por parte da coligação encabeçada por Gelson Merísio que o apontou como autor da PEC que aumenta de 12 para 15% o gasto obrigatório do Serviço Público com saúde. 

Também apontou em emendas de  autoria de João Paulo Kleinubing, mais de R$ 25 milhões em recursos para a saúde , além de R$ 37 milhões de Esperidião Amin, referente a cota no orçamento do Governo Federal, para ações que ajudassem a reduzir os efeitos da crise econômica nos hospitais públicos catarinenses.

Enviando Comentário Fechar :/