Governador eleito pretende usar voos comerciais quando necessário

06/12/2018 08:32

Os aviões oficiais para deslocamento em agendas não serão utilizados pelo governador eleito Carlos Moisés, do PSL. Com foco na economia dos recursos públicos, conforme compromisso assumido em campanha, ele decidiu não só não usar os dois aviões mantidos pelo Estado para deslocar o chefe do executivo estadual, como colocar à venda.

O Cessna Citation II e o Embraer Carajá, avaliados em mais de R$2 milhões, serão colocados à venda já no início do mandato.

Moisés vai usar vôos comerciais de acordo com a necessidade. Conforme informações da assessoria, nos últimos quatro anos foram de cerca de R$ 14 milhões utilizados neste serviço.

Enviando Comentário Fechar :/