16/10/2017 09:08

A Justiça determinou o bloqueio dos bens do servidor Giovanni Zappelinni, que atua na Câmara de Vereadores de Criciúma. A sentença, do Juiz Pedro Aujor Furtado Junior, da 2 Vara da Fazenda de Criciúma, é referente a Ação da Promotoria da Moralidade, sobre o cargo ocupado por Zapellini. 

Ocorre que já havia determinação judicial anterior para que o servidor retornasse ao cargo de auxliar administrativo 3, para o qual foi classificado em concurso, o que, pelo menos em tese, reduziria também os vencimentos.

Enviando Comentário Fechar :/