30/01/2013 08:56

 Ao mesmo tempo que o candidato a prefeito pelo PT de Balneário Rincão, Décio Góes sinalizava a possibilidade de desistir, petistas do Estado entravam em campo declarando-se indignados com a situação e prometendo empenho para tentar revertê-la.

O presidente do PT no estado, José Fritsh, conversou ontem em Brasília com integrantes da direção nacional. Disse que a opinião é unânime quando o assunto é o “caso Décio Góes”.“O que estão fazendo com ele é injusto. O Décio já cumpriu o prazo de inelegibilidade”, resumiu.

O próximo passo é esperar o Recurso ao TRE, que deve ser encaminhado até amanhã e terá apoio da assessoria jurídica Estadual do PT para a elaboração.

Depois disso, caso não haja sucesso para Décio, a possibilidade de recorrer ao TSE será avaliada em conjunto com os dirigentes do partido em âmbito Estadual e Federal.

O que disse o presidente Estadual do PT, José Fritsh:

"O Sentimento é de indignação com a decisão do Juiz Eleitoral Fernando Ritter porque ele tomou uma decisão sem fundamento nem na Constituição, nem no Código Penal e nem na Ficha Limpa. Qual a fundamentação o juiz tem para estabelecer uma pena eterna para o Décio?”
Enviando Comentário Fechar :/