19/06/2013 08:41

 Nos bastidores da Câmara de Vereadores de Criciúma, a situação do vereador Moacir Dajori, do PSDB, já era comentado na noite de ontem.

Havia quem apostasse que se houver pressão da comunidade para que haja cassação do vereador, ela pode se concretizar. Principalmente porque o voto é aberto.

A questão em pauta é o relatório do Gaeco que deve ficar pronto em 15 dias e que deve comprovar a denúncia de um ex-assessor do vereador de favorecimento durante a campanha eleitoral através da distribuição de remédios do posto de saúde 24 horas da Próspera.

Além disso, o vereador teria exigido a divisão do salário do assessor.

Enviando Comentário Fechar :/