O partido protocolou há pouco a decisão no Tribunal Regional Eleitoral

27/09/2018 16:09

O Podemos acaba de protocolar junto ao Tribunal Regional Eleitoral o desembarque da coligação majoritária encabeçada por Gelson Merísio, do PSD, como candidato ao governo do Estado.

 Em nota, o presidente da sigla, Vilson Sandrini Filho informa que o partido respeita a posição de Merísio e de seu vice, João Paulo Kleinubing mas que as propostas do candidato à Presidente do Brasil escolhidos  por eles diferem daquelas defendidas pelo Podemos. O partido tem como candidato à presidência o senador Álvaro Dias.

Confira a nota na íntegra:

 O PODEMOS/SC após avaliação de siglas e construção de coligação para concorrer ao Governo do Estado, optou por aquela que apresentou maior convergência com nossas propostas. Ocorre, porém, que no dia de hoje tomamos conhecimento do vídeo onde os candidatos da majoritária (Governador e Vice Governador) da coligação da qual o PODEMOS participa declaram voto para Presidência da República em candidato cuja sigla não compõe a coligação.

Como atitude democrática, respeitamos a decisão que foi tomada por parte dos candidatos Gelson Merisio e João Paulo Kleinubing mesmo sem que tivesse havido consulta ou outra manifestação neste sentido até o presente momento e considerando que as propostas do candidato à Presidente do Brasil escolhidos no dia de hoje pelos candidatos Gelson Merisio e João Pauo Keinubing diferem daquelas defendidas pelo PODEMOS, foi protocolado junto ao TRE neste mesmo dia 27 de setembro de 2018 o pedido de retirada do PODEMOS desta coligação majoritária para que sejam preservadas as propostas de cada um dos candidatos .   

Vílson Sandrini Filho – Presidente

PODEMOS SC

 

Enviando Comentário Fechar :/