Apesar da decisão do TSE, pela lei apoiadores tem direito a até 30% do programa eleitoral

20/09/2018 06:51

Diante da decisão do Tribunal Superior Eleitoral de que o ex-presidente Lula, além de não poder concorrer como candidato nas eleições deste ano também não poderia aparecer no programa eleitoral gratuito, constantemente a pergunta é realizada.

Isso porque, o principal líder do PT, que continua preso após ser condenado por corrupção, está no horário eleitoral gratuito do candidato do PT à presidência da República, Fernando Haddad, com freqüência.

A explicação do advogado Pierre Vanderlinde, especialista em Direito Eleitoral, é que de acordo com a Lei, qualquer apoiador pode aparecer por 30% do tempo do candidato no horário eleitoral, o que concede e Lula esse direito.

O PT usa de todas as armas para não recuperar o poder e Lula é a principal  " arma" do partido. Tanto que sua imagem está também estampado nas camisetas da maioria dos candidatos não somente à presidência mas da majoritária em Santa Catarina.

O direito do ex-presidente Lula de depor a favor de seu candidato está comprovado. A dúvida é quanto a possível permissão para que ele possa gravar depoimentos, afinal, está em uma cela em Curitiba.

Certamente se qualquer outro político na mesma situação tivesse tal "privilégio" grande parte dos petistas contestaria.

(Com foto de Ricardo Stuckert/Site PT)

Enviando Comentário Fechar :/