Tratados pela experiência política integrantes do partido manifestaram apoio mesmo sem a participação na mesa diretora

21/12/2018 08:53

Depois do acordo costurado com o MDB para sua eleição como presidente da Assembleia, o deputado diplomado Júlio Garcia em rasante por Criciúma ontem, teve conversa com o líder da bancada do PSL, deputado Felipe Estevão, de Laguna.

Ele foi ao encontro acompanhado do deputado federal Daniel Freitas e ratificou o apoio da bancada do PSL para Júlio Garcia mesmo sem ocupar espaço na mesa diretora, como era a intenção do partido.

De mansinho, Garcia, que juarava de pés juntos não querer sequer aproximar-se da presidência, será, pelo "andar da carruagem", eleito por unanimidade.

O fato de o PSL estar fora da mesa diretora da Assembleia demonstra que ainda há carência no poder de articulação política do partido. Teve que ir a reboque de alguém que está há anos luz, em sua frente na matéria, no caso o deputado e futuro presidente da Assembleia, Júlio Garcia.

E se não estiver atento, vai ver a banda passar também no governo. Não são poucas as conversas de bastidores envolvendo políticos experientes reclamando da falta de ginga política do Governador Moisés.

O acordo com o MDB prevê que Mauro de Nadal seja o vice de Júlio Garcia. A informação inicial é que não há acordo para que o MDB assuma o comando do Legislativo Estadual na segunda etapa do mandato.

Mas, assim como Júlio afirmava que não queria a presidência e articulou fortemente nos bastidores para sua própria eleição, a intenção do MDB, a maior bancada do Legislativo, deve no mínimo ser estar na presidência na segunda etapa do mandato. 

 

Enviando Comentário Fechar :/