PSL garante chapa pura e nega conversas com outras siglas, em especial o MDB
Bombeiros correram ontem para apagar qualquer foco que possa ligar o partido do Comandante Moisés a acordos para o segundo turno

19/10/2018 08:02

Diante da informação ontem sobre a possibilidade de o deputado federal Ronaldo Benedet, do MDB, compor administração do comandante Moisés em eventual governo, Bombeiros do PSL correram para apagar qualquer foco que possa apontar possibilidade de ligação, em especial com o MDB. 

Em vídeo, o próprio Moisés rechaçou o que classificou de "fake news", referindo-se a informações sobre alianças com partidos e indicações para o primeiro escalão. E repetiu: " Nossa aliança é com o eleitor e estamos firmes no propósito de despolitizar a máquina pública em Santa Catarina".

Afora a determinação do PSL, pelo menos até agora, de manter a chapa pura, há neste contexto também as afirmações de seu adversário, Gelson  Merísio, de que o "MDB estaria com o PSL".

A base de Merísio é principalmente o apoio declarado do Governador Eduardo Moreira para o Comandante Moisés. Surge então a tese: se no primeiro turno, Merísio levou votos dos que "não queriam mais o MDB", no segundo, o MDB apóia Moisés por que "não quer Merísio".

Compara-se com a  situação nacional em que muitos "estão Bolsonaro" porque "Não querem o PT". Neste cenário, colar a imagem de Moisés a possível volta do MDB ao governo é a estratégia de Merísio.

Enviando Comentário Fechar :/