Deputados do MDB, mesmo partido da Secretária Estadual de Educação protestam contra a medida

22/11/2018 08:17

A proposta da Secretária Estadual de Educação, Simone Schramm, que autoriza a Fundação Fundação Catarinense de Educação Especial à contratação do processo seletivo dos ACTs, gerou protestos de emedebistas ontem no plenário da Assembleia.

Os deputados Ada de Luca e Luiz Fernando Cardoso, o Vampiro, uniram-se a deputada Luciane Carminatti, do PT, contra a resolução, que deve gerar dificuldades para as APAES de todo o Estado.

A bancada do MDB entrou com uma proposta de sustação da resolução.  Vampiro chegou a relembrar que em outra ocasião, quando do fechamento dos Cedups pediu a exoneração da secretária. Santa Catarina tem 4.637 pessoas atuando como segundo professor e 6.864 alunos que necessitam do atendimento do mesmo.

 A contratação de profissionais para as Apaes de Santa Catarina e de profissionais que atuam na função de segundo professor para alunos portadores de necessidades especiais tem sido pauta constante na Assembleia Legislativa.

Luciane Carminatti,  tratou do assunto na Tribuna, onde divulgou que um documento em forma de denúncia será levado ao governador eleito comandante Moisés, do PSL, para que o assunto seja visto ainda no período de transição e solucionado antes do início do ano letivo em 2019. 

Simone Shramm é do MDB e já foi inclusive Secretária de Desenvolvimento Regional em Joinville.

Enviando Comentário Fechar :/