15/12/2017 08:38

A reitora da Unesc, Luciane Cereta, iniciou ontem mais uma fase de sua gestão. Talvez a mais delicada mas, em um país com cenário de crise, necessária para manter as finanças da Universidade. Trata-se do desligamento de professores e funcionários com estimativa de impacto de 11% na folha de pagamento. Isso equivale a mais de um milhão por mês nos cofres da Unesc. 


Hoje, são 720 professores e 680 funcionários na Universidade e o enxugamento deve atingir pouco menos de 10%, ou seja quase uma centena de profissionais.

Enviando Comentário Fechar :/