Espaço VitalBerimbau

Ministro fala sobre possibilidade de expulsão de parlamentares do PSB


24/07/2017 14:01:33

Questionado pelo site sobre política, já que o PSB, definiu pelo desembarque do Governo Michel Temer, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho defendeu com ênfase as reformas e repetiu que pretende reafirmar isso ao partido. Falou da possibilidade da expulsão de parlamentares do PSB e concluiu: "Lamento mas acho que vai ter partidos que queiram nos receber". Confira na íntegra:

 

O PSB, seu partido, definiu pelo desembarque do Governo Temer. O sr continua como ministro. Como fica essa sua relação com o partido?

 Tem um grupo na bancada do partido, bastante expressivo, aproximadamente metade da bancada entende que devamos manter o apoio as reformas que o Brasil precisa e são urgentes, e nós defendemos dentro do partido a oportunidade de defender nossas posições. O PSB nunca teve uma posição de enquadramento aos seus quadros, de expulsão de partido. Isso é coisa recente.

Lamento mas respeito a posição partidária, só não vamos mudar nossas convicções. Se ao final disso, como estão dizendo vão expulsar os parlamentares, eu lamento muito mas acho que vai ter partidos que queiram nos receber.

Enquanto isso, temos uma eleição do diretório nacional para outubro desse ano onde vamos defender nossa posição, e espero que possamos convencer os companheiros de partido sobre o momento difícil que o país vive e que a gente não vai tirar o Brasil dessa situação com nenhum tipo de discurso fácil diante de tanta instabilidade

Na sua avaliação, o governo de Michel Temer já passou pela parte mais difícil?

Aprendi nesse um pouco mais de um ano de Ministério que uma das razões para você ter sucesso é falar só de sua área. Não falo de política, falo de Minas e Energia. É evidente que o governo passa por momento político e economico turbulento e o que podemos fazer para ajudar é trabalhar.

É isso que estamos fazendo aqui e tenho convicção que o presidente Michel Temer tem os argumentos, a força de vontade e apoio parlamentar suficiente para poder tocar essa agenda. Não é para chegar ao governo até 2018.

É para que a gente possa tocar essa agenda até 2018 que é o que a gente precisa. Em outubro do ano que vem teremos eleições gerais, a população vai ter o direito de ir as urnas escolher seus candidatos.

karina-manarin

Cadastre-se e receba minhas postagens com exclusividade:

BerimbauEspaço Vital

COMERCIAL: 48 3433.9090 / 9149.4550
KARINA MANARIN 2016 - Todos os direitos reservados
by: conceito virtual