SpilrodUnescEspaço VitalModelos para Fundição Veneza

Redução de gastos na Câmara pode ser objeto de Ação de Iniciativa Popular


28/11/2016 08:34:46

1         O Observatório Social de Criciúma entrou como "Amicus Curiae" no processo que trata de salários pagos a funcionários da Câmara de Vereadores, e que estão acima do salário do prefeito, hoje em R$ 20.437,00. A justiça local havia liberado o pagamento mas o Tribunal de Justiça definiu, com base em decisão do STF, que a partir de novembro de 2015 o excedente terá que ser devolvido. A informação é do presidente do Observatório Social, Sinésio Volpato, que vai expor em entrevista coletiva nesta manhã detalhes do processo e de todas as sugestões encaminhadas para a Câmara de Criciúma visando a diminuição de despesas.

    O estudo que foi realizado pelo Observatório iniciou em abril e aponta salários entre R$4.525,00 a R$38.361,00. Os dados não são novos. Há tempos o Legislativo de Criciúma apresenta funcionários com vencimentos acima do prefeito mas as  tentativas para diminui-los não tiveram sucesso.

    A situação agora perece diferente afinal, trata-se do Observatório Social da Cidade, que realizou estudo minucioso para contenção de gastos no poder público o que é o principal clamor da população atualmente. A diminuição do número de asssessores de dois para um por vereador, é outra sugestão na extensa lista apresentada pelo Observatório Social, e que economizaria R$1.709.580,00 por ano.

     A intenção agora é aguardar se alguma providência será tomada. Caso contrário, analisa-se a possibilidade de um Projeto de Iniciativa Popular para diminuir o custo do Legislativo de Criciúma.

 

 

 

karina-manarin

Cadastre-se e receba minhas postagens com exclusividade:

Espaço VitalModelos para Fundição VenezaUnescSpilrod

COMERCIAL: 9 9974.0662
KARINA MANARIN 2016 - Todos os direitos reservados
by: conceito virtual