Presidente estadual do PSL, Fábio Schiochet, (foto) tem reunião hoje em Brasília. O encontro pode culminar na expulsão do deputado estadual Jessé Lopes, do PSL de Criciúma. Ana Campagnolo também está sob análise por infidelidade partidária
21/08/2019 09:40

O presidente estadual do PSL, deputado federal Fábio Schiochet,tem reunião daqui a pouco em Brasília com a Comissão de Ética Nacional para análise do comportamento dos deputados estaduais de Santa Catarina, Jessé Lopes e Ana Campagnolo e que pode culminar em expulsão do partido.

A questão em pauta é infidelidade partidária mas o caso de Jessé Lopes inclui fatos como a campanha para explodir a Ponte Hercílio Luz e o ato de colocar o quadro do Governador Moisés no chão de seu gabinete com a legenda: " de castigo".

Schiochet explicou ao site que o pedido de análise partiu do Conselho de Ética Nacional do PSL. “Gosto muito e admiro  o deputado Jessé, as pautas que ele defende, mas fazer chacota do Governador de Santa Catarina, mesmo que não fosse do PSL, levaria uma advertência”, analisou o deputado, enfatizando que tem missão de conduzir o PSL inclusive para as eleições de 2020 e não é intenção perder líderes do partido.

“ O governador Moisés está fazendo um excelente trabalho no Estado, tenta entregar o que prometeu na campanha e vai entregar mas precisa ter base para isso”, concluiu o presidente estadual do PSL.

O conselho de Ética do PSL Nacional tem como presidente o deputado federal Julian Lemos e outros oito integrantes que não são deputados. A reunião será nesta manhã em Brasília.

Enviando Comentário Fechar :/