Foi durante evento com a presença do reconhecido chef Claude Troisgros, no Palazzo Delle Acque, em Nova Veneza.
30/10/2019 19:43

A reitora da Unesc, Luciane Ceretta e o prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo, do PSDB, formalizaram o termo de compromisso para aulas do curso superior de Gastronomia da Universidade no município reconhecido como a Capital Nacional da Gastronomia. Foi durante evento com a presença do reconhecido chef  Claude Troisgros, no Palazzo Delle Acque, em Nova Veneza.

Francês de nascença, Claude carrega também a origem italiana, de sua avó materna, e deu show não somente na receita, um risoto com molho de tomate típico italiano, mas em simpatia, criatividade e senso de humor. Grande evento. 

Eleito chef do ano por diversos veículos como Revista Veja, Prazeres da Mesa, Guia Quatro Rodas e a revista inglesa Restaurant Magazine, há 15 anos é apresentador no canal GNT e atualmente comanda no canal o “Que Marravilha”, onde ensina receitas aos telespectadores. Ainda no GNT, apresenta ao lado dos chefs Felipe Bronze, André Mifano e Helena Rizzo o The Taste Brasil. Em outubro, estreou o reality Mestre do Sabor na TV Globo.

O nome Troisgros circula no cenário gastronômico há quatro gerações. A família começou sua tradição na França dos anos 30. Pioneiro, Jean-Baptiste, o avô, provocou um tumulto no restrito círculo culinário francês ao sugerir vinho tinto como acompanhamento de peixe. Seguindo os passos de seu avô, formou-se pela Escola de Hotelaria Thonon Les Bains, Claude Troisgros e chegou ao Brasil pelas mãos de Gaston Lenotre, que há 40 anos atrás desbravava a gastronomia carioca com o Le Pré Catelan, onde o  chef então trabalhou.

Nos seus 40 anos de permanência no Brasil, Claude Troisgros abriu vários restaurantes e tornou-se consultor de tantos outros. No exterior fez história também. Sua cozinha já viajou o mundo todo, encantando desde astros da música pop como Mike Jagger e Elton John às autoridades como os presidentes Clinton e François Hollande.

Pelo Olympe, no Rio, premiado pela crítica internacional como um dos 50 melhores restaurantes da América Latina, com 1 estrela no Guia Michelin, passaram pratos fascinantes como a Terrine de Palmito Pupunha com Foie Gras e rapadura; Gnocchi de batata roxa e bacalhau imperial, com queijo da Canastra e a crepe soufflé de maracujá. Em 2017 a cozinha passou para as mãos do filho Thomas. Nos últimos anos inaugurou novos restaurantes como CT Brasserie , CT Boucherie, Chez Claude e  Le Blond versões  de sua cozinha mais informal, que fazem parte do Grupo Troisgros Brasil.

Enviando Comentário Fechar :/