Logo após a eleição, o agora presidente da Comissão concedeu entrevista ao site, enfatizou que não concorda com a afirmação que a CPI é chapa branca.
20/11/2019 05:29

Logo após a eleição, o agora presidente da Comissão concedeu entrevista ao site, enfatizou que não concorda com a afirmação que a CPI é chapa branca. Mais que isso, citou o fato de as contas do ex-prefeito Márcio Búrigo referentes a 2016 não terem sido aprovadas, para justificar o período de investigação da CI, que inicia em 2013, época do governo anterior. 

O sr acabou de ser eleito presidente da CI da Afasc, qual o próximo passo agora?

As reuniões de comum acordo com os vereadores ficaram para todas as segundas-feiras às 14 horas para que a gente então comece a encaminhar os documentos necessários através dos requerimentos para a Afasc, que nos envie os documentos na maior brevidade possível.

Essa CI foi formada pelo senhor como presidente, o líder do Governo Aldinei Potelecki e o vereador Toninho da Imbralit. Todos com certa sintonia com o Paço Municipal. É uma CI chapa branca?

Eu não concordo com esse tipo de colocação, respeito mas não concordo porque se o governo é contra uma CPI é porque está querendo esconder alguma coisa. Se o governo ou os vereadores  do governo querem e aprovam uma CPI é porque é chapa branca? Então não concordo com esse tipo de colocação, a grande realidade é que será uma CPI justa, com muita transparência e muita tranquilidade dos nossos atos.

Vereador o sr chegou a afirmar em uma entrevista que a CPI teria sido planejada no gabinete do prefeito. Isso foi assunto inclusive aqui na Tribuna da Câmara. O que o sr teria a declara sobre isso. Foi assim mesmo?

Não, na verdade eu tenho o prefeito como um líder até porque fui secretário de Governo dele e com muita honra ajudei a elegê-lo na eleição passada e não me arrependo de nada, haja vista a maneira como está ficando a cidade. Isso é reflexo de muito trabalho. É claro que uma CPI de responsabilidade do nível que tem é com o prefeito que eu tenho que conversar. Não posso conversar com um cidadão normal. A autoridade do município é o prefeito, Se os vereadores de oposição não tem a sintonia com o prefeito para conversar, a grande proposição parte do vereador que tenha a condição, que foi secretário do governo dele, e que hoje está na Câmara de Vereadores. Como qualquer outro vereador, o prefeito eu tenho certeza mesmo de oposição estará atendendo como sempre o fez. Aliás, todos os projetos polêmicos ou não, que são encaminhados para a Câmara, o prefeito faz questão de convidar a todos, para que a equipe técnica de seu governo explique um a um para que não tenha dúvida nenhuma.

Aquele episódio da carne, da Afasc, foi o que motivou a CI da Afasc, ou tem algum outro motivo?

Não tem o que esconder. Realmente, quando começou essa questão da carne, que da parte da Afasc já está superada, haja vista que quem está investigando é a políca, ou seja, não tem mais nada a ver com a Afasc, tem sim na parte policial, de investigação, que devem ser dados os encaminhamentos normais. Mas  é que nesse momento pra evitar a questão eleitoreira, politiqueira, haja vista que alguns vereadores subiram a Tribuna para dizer que a Afasc era uma caixa preta, que havia documentos solicitados pelos vereadores que vieram pela metade então eu sugeri realmente que fosse feito juntamente com o Adlinei, o líder do Governo, que nós fizéssemos uma CPI e comunicamos o prefeito que nós iríamos fazer uma CPI. Simplesmente isso.

A CI da Afasc vai investigar desde 2013, que era ainda outro governo. Porque essa decisão de começar lá atrás?

Porque o Tribunal de Contas não aprovou ainda a gestão de 2016 do ex-prefeito Márcio Búrigo. Daí o motivo pelo qual, e já está nítido e notório que tem um valor no Tribunal de Contas para ser analisado e é nítido e notório que se haja então uma questão de 2013 a ser pesquisada. Como também no atual governo, que será investigado.

Quanto tempo a CPI tem para concluir os trabalhos?

São 90 dias prorrogados por mais 90, como diz o regimento interno. Termina no ano que vem

Seu futuro político. O sr é o vereador mais votado de 2016 e de vez em quando surgem especulações até sobre a possibilidade de compor em chapa pura com o prefeito Clésio Salvaro para as eleições de 2020. Isso chegou a ser discutido?

Não. Nunca conversei sobre isso com o prefeito, nunca tivemos esse tipo de conversa. Três coisas podem acontecer na minha vida tirando a parte divina: ou volto para a sala de aula e volto a ser bioquímico, ou sou candidato a vereador novamente, ou vou jogar futebol com meus amigos quando me aposentar. Simplesmente isso.

Enviando Comentário Fechar :/