O prefeito de Criciúma considera que não há qualquer empecilho para que Carlos Moisés se envolva nas questões eleitorais da cidade mas avalia que até o momento o "Criciumense não viu a presença do governo do Estado na cidade"
17/07/2019 08:27

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, do PSDB, avalia que até o momento, o governo do Estado não se manifestou em Criciúma e considera que não há qualquer empecilho para que Carlos Moisés se envolva nas questões eleitorais da cidade. Desde que a administração estadual atenda a reivindicações como a iluminação da Via Rápida, revitalização da Jorge Lacerda, entre outras. Na entrevista que concedeu à coluna, Salvaro admite trabalhar pela aproximação do PSDB com o PP em toda a região, inclusive em Criciúma  e informa que tem conversado sobre o assunto com líderes estaduais do partido, como o senador Esperidião Amin.

O sr teve conversa com vereador de Tubarão e está trabalhando aproximação PSDB com o PP em Tubarão. O sr acredita que essa aproximação do PSDB com o PP possa acontecer também em Criciúma?

A minha conversa com o PSDB de Tubarão é no sentido seguinte: se o PSDB de lá não tiver candidato a prefeito e o partido tem autonomia pra lançar candidato, então se tiver que compor com alguém, que feche com o PP. É o mesmo que tenho falado com o Esperidião e com os líderes do PP de Santa Catarina. Se em Criciúma o PP tem projeto de ter uma candidatura a prefeito ótimo, sem problema algum, não vou trabalhar para impedir. Agora, se não tem projeto de candidato a prefeito eu gostaria muito de ter o PP comigo aqui em Criciúma. De igual forma em Tubarão e também em outros municípios da região.

O sr tem hoje um vice do PSD e se vislumbra a possibilidade de reedição desta aliança em 2020. Como seria então a participação do PP numa possível chapa?

Eu não tenho motivo nenhum para pensar em não reeditar com o PSD. O Ricardo tem sido um vice correto, leal, e tem me ajudado muito no governo. Se depender somente de mim e do meu partido ele vai continuar sendo meu vice. O PP pode vir para somar, tem bons quadros e não precisa necessariamente estar na majoritária mas nós podemos fazer o partido voltar a crescer em Criciúma. O PP tem essa condição é um partido que tem uma torcida boa, falta apenas preparar um time.

O PL está hoje em seu governo representado pelo presidente da FME, Nicola Martins. Em se concretizando a filiação do ex-prefeito Márcio Búrigo ao partido, o sr dispensaria o PL da administração?

Não, absolutamente. O Nicola tem me ajudado bastante e não há esse compromisso do PL estar comigo. O Nicola é um bom rapaz e eu gostaria de tê-lo comigo. Se ele estiver na chapa ótimo, é um bom rapaz e pode ser um bom candidato a vereador. Quanto a questão do ex-prefeito, a conversa que ele tem me relatado é que o Márcio vai trabalhar na região para fortalecer o nome dele em busca de uma candidatura a deputado estadual. O certo é que o governo que hoje faço com meu vice Ricardo Fabris não tem nada a ver com o governo do ex-prefeito, então, não é compatível estarmos no mesmo palanque.

Quantos candidatos o sr vislumbra para Criciúma para 2020?

Eu não tenho falado de política partidária e nem pensado em eleição. Eleição não é o foco que estou tendo. O tempo que estou vivendo é de fazer obras, promover ações  que melhorem a qualidade de  vida das pessoas. O foco é tornar Criciúma uma cidade cada vez mais competitiva. Que morar aqui é bom isso todos nós sabemos, mas temos que procurar transformar o bom em ótimo.

O governador Carlos Moisés tem manifestado apoio para uma candidatura do PSL a prefeito de Criciúma. Sua avaliação:

Se é da vontade dele, ele pode se envolver o quanto quiser com as questões da politica local, não há problema nenhum, até porque não há nem velha, nem nova política mas a boa política. A boa politica que o criciumense espera do governador é sem dúvida alguma: a iluminação da Via Rápida, a conclusão da quarta e última etapa do Anel de Contorno Viário, a revitalização da Jorge Lacerda, o Centro de Inovação Tecnológica. O que esperamos do Governo do Estado é isso. Não há problema nenhum ele se envolver em questões eleitorais mas primeiro o criciumense espera ver a presença do governo do Estado aqui na nossa cidade porque até hoje não observamos nada.

Enviando Comentário Fechar :/