Proposta em discussão na bancada de deputados federais do PSD visa a criação de fundo de auxílio ao setor privado em razão da crise do coronavírus, explica o deputado Ricardo Guidi ( foto)
23/03/2020 23:25

Nos últimos dias, pipocaram sugestões em redes sociais para que políticos renunciem a seus salários ou parte dele para auxiliar na crise econômica que se avizinha em razão do coronavírus.

A bancada de deputados federais do PSD no entanto, discute desde  a última semana, proposta que envolve desconto nos salários de toda a classe política e do funcionalismo público.

A intenção, explica o deputado federal Ricardo Guidi, do PSD de Criciúma, é que o setor público possa colaborar nesse momento de dificuldade que deve atingir principalmente o setor privado.

A proposta, ainda embrionária, é que seja realizado amplo estudo com equipe técnica, para avaliar o percentual de desconto conforme o salário.

Os recursos seriam usados para a formação de um fundo de auxílio.

“Penso que os menores salários não teriam esse desconto e os funcionários que estão trabalhando na área da saúde também não. Seria um desconto progressivo, quem ganha mais, tem maior desconto. Mas tudo necessita de estudo, para que realmente possamos ter resultados efetivos”, enfatiza Guidi.

O cálculo é que a Folha de Pagamento do Executivo, Judiciário e Legislativo em âmbito federal alcança R$ 300 bilhões ao ano. 

Enviando Comentário Fechar :/