Uma das maiores obras realizadas pelo Governo do Estado para a região sul nos últimos anos, a julgar pelos acontecimentos, foi liberada precariamente e assim continua.
09/10/2019 19:35

O fato ocorrido nesta tarde na Via Rápida, um acidente que obrigou o fechamento e causou filas enormes em todas as entradas de Criciúma expôs questões mais importantes do que a tão solicitada iluminação da Rodovia. A jurisdição da Via Rápida, que se tornou o principal acesso entre BR 101 e municípios como Criciúma e Içara, não está definida, o que impediu atendimento ágil ao acidente, fechamento do trânsito por horas e transtornos em horário de pico, final da tarde.

Uma das maiores obras realizadas pelo Governo do Estado para a região sul nos últimos anos, a julgar pelos acontecimentos, foi liberada precariamente e assim continua.

O Estado precisa tomar providências urgentes, sob pena de algo mais grave acontecer. E a possibilidade foi comprovada pelas enormes filas que se formaram na SC 445 e Rodovia Luiz Rosso, o que atesta a Via Rápida como a principal opção para de ligação entre a BR-101 e  Criciúma, e por onde passam inúmeros veículos diariamente.

Enviando Comentário Fechar :/