Fundada em 2013, a entidade atua na recuperação de dependentes de álcool e drogas, promovendo ações para elevação da qualidade de vida dos internos
25/09/2019 13:31

O Centro Terapêutico de Projetos Sócio-Educativos Arca Sagrada, de Criciúma, foi declarado de utilidade pública. A proposição aprovada pela Mesa da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, por meio da Lei nº 17.690, de 11 de janeiro de 2019, é de autoria do deputado estadual Sergio Motta.

Fundada em 2013, a entidade atua na recuperação de dependentes de álcool e drogas, promovendo ações para elevação da qualidade de vida dos internos. O presidente Wagner dos Santos conta que o espaço atende 32 pessoas, com idade de 18 a 75 anos, do sexo masculino. Eles recebem atuação de psicólogos, assistentes sociais, coordenadores e educadores que executam projetos diários de tratamento. 

Wagner conta que a Arca Sagrada atende pessoas da região de Criciúma, Tubarão, da região Serrana e também tem internos de São Paulo, Ceará e Recife. “Nosso trabalho é de mudança de vida. Temos uma rotina com trabalho, horta, interação com as pessoas e principalmente, uma preparação espiritual para que a pessoa encontre apoio também no caminho da religiosidade”, disse o presidente.

Para o deputado estadual, Sergio Motta, ações executadas com a finalidade de recuperar pessoas de dependências tóxicas precisam de apoio do poder público e privado. Ele acredita que com o reconhecimento de utilidade pública estadual a entidade terá mais fôlego para seguir fomentando as ações sociais que regem seu estatuto. “Com esta declaração eles terão melhores condições de buscar apoio. Esta declaração vai autenticar a qualidade e o comprometimento do trabalho feito na entidade. Cabe a nós condecorar este trabalho”, disse ele.

 

Enviando Comentário Fechar :/