Por 36 votos a favor, dois não e uma abstenção, os 39 deputados presentes a sessão de hoje na Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovaram o Projeto de Decreto Legislativo que indica o prosseguimento do segundo processo de impeachment contra o Governador Carlos Moisés, do PSL
20/10/2020 19:46

Por 36 votos a favor, dois não e uma abstenção, os 39 deputados presentes a sessão de hoje na Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovaram o Projeto de Decreto Legislativo que indica o prosseguimento do segundo processo de impeachment contra o Governador Carlos Moisés, do PSL. O  motivo é a compra de respiradores ao custo de R$ 33 milhões e que não foram entregues.

A vice-governadora Daniela Reinehr, que havia sido incluída na denúncia pelos autores, 16 pessoas , entre advogados, empresários e integrantes da comunidade em geral.

Se no primeiro pedido de impeachment, o Governador Moisés teve seis votos, na votação de hoje, teve apenas dois: o da deputada Paulinha, do PDT, Líder do Governo, e do Coronel Mocellin, do PSL. O deputado Vicente Caropreso, do PSDB, um dos que sempre esteve ao lado do Governador, teve a ausência justificada. O líder da bancada do PSDB, Marcos Vieira confirmou que Caropreso havia sentido-se mal e foi atendido no SOS Cárdio.

Os deputados José Milton Scheffer e Altair Silva, do PP, que no primeiro pedido de impeachment manifestaram-se contrários ao prosseguimento, nesse aprovaram, assim como Bruno Souza, do Novo. O presidente da Assembleia, deputado Júlio Garcia, do PSD, absteve-se.

Enviando Comentário Fechar :/