Minotto entra num cenário onde já estão o deputado federal Daniel Freitas, do PSL e o atual prefeito Clésio Salvaro, do PSDB. Para ele, a possibilidade de três candidaturas não deve “favorecer” possível reeleição de Salvaro.
08/07/2019 08:40

O deputado estadual Rodrigo Minotto, do PDT, reafirma sua disposição em concorrer a prefeitura de Criciúma em 2020 e argumenta que a consolidação da intenção passa pela construção de um “projeto para Criciúma”.

Minotto entra num cenário onde já estão o deputado federal Daniel Freitas, do PSL e o atual prefeito Clésio Salvaro, do PSDB. Para ele, a possibilidade de três candidaturas não deve “favorecer” possível reeleição de Salvaro.

O raciocínio é que a partir da eleição de 2018, o eleitor mudou a forma de votar. Mais que isso, na entrevista que concedeu à coluna, Minotto adianta que pretende buscar na Unesc “muito dessa construção que pretende fazer”.

 O Sr colocou seu nome à disposição para possivel candidatura a prefeito no ano que vem. Do que depende a concretização dessa proposta? 

É preciso adiantar que essa disposição partiu do chamamento que tenho recebido de lideranças importantes da sociedade. Ser efetivamente candidato a prefeito de Criciúma nunca será uma imposição de minha parte. Essa candidatura passa pela percepção do sentimento de mudança e pela construção de um projeto. Penso que essa é a principal contribuição que meu nome pode trazer para a disputa neste momento. O debate profundo de questões importantes da cidade de Criciúma. A concretização da candidatura passa por isso. Criciúma merece uma aliança mais humana, democrática e inovadora.

 Há no cenário o seu nome, o do prefeito Clésio Salvaro e do também deputado Daniel Freitas. Caso os três de fato saiam candidatos não seria cenário favorável a reeleição do atual prefeito?

Não necessariamente. A eleição de 2018 mostrou que a política mudou. Ou pelo menos o eleitor mudou a forma de votar. Acredito muito na construção de um projeto para a cidade de Criciúma, colocando os interesses coletivos acima das vontades pessoais, políticas e partidárias. É preciso um governo mais participativo, para trabalhar por uma cidade próspera e inovadora, que gere mais empregos e renda, trazendo, assim, mais qualidade de vida para as pessoas.

 Dias atrás o Sr teve longa conversa com o empresário Gilson Pinheiro sobre 2020. Ele estaria incluído no projeto do PDT para o ano que vem em Criciuma?

O empresário Gilson Pinheiro tem uma visão de mundo, de pessoas e tem me impressionado pela sua vontade de contribuir com Criciúma. Um cidadão bem-sucedido, que poderia estar no conforto de sua posição social e econômica, mas que mesmo assim quer entrar na discussão pela cidade. Acredito que sua experiência possa contribuir, assim como outros bons nomes para participar do processo. Gente do bem que quase nunca foi ouvida. E adianto aqui que vou buscar na Unesc, por toda a sua experiência, muito dessa construção que pretendo fazer.

 Na Unesc? De que forma?

Colaboração para a construção do desenvolvimento e planejamento da cidade.

 

Enviando Comentário Fechar :/