O Relatório da Polícia Federal sobre a Operação Alcatraz, entregue ontem à Polícia Federal, indicia 21 pessoas. Trata-se da conclusão do Inquérito que será destinada ao Ministério Público. A partir de então, o MP oferece ou não a denúncia que será analisada pela Justiça.
15/10/2019 08:57

O Relatório da Polícia Federal sobre a Operação Alcatraz, entregue ontem à Polícia Federal, indicia 21 pessoas, entre elas o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júlio Garcia, do PSD.

Esse é o principal assunto na política hoje em Florianópolis. Os 21 indiciados, entre servidores, empresários e agentes públicos, foram relacionados com evidências de crimes como corrupção ativa, passiva, fraudes em licitações, organização criminosa e lavagem de dinheiro. O cálculo da PF é de prejuízo na ordem de R$ 1,4 milhão aos cofres públicos em contratos ligados a área de tecnologia.

A operação Alcatraz foi deflagrada no final de maio e investiga supostas fraudes em licitações na área de tecnologia do governo do Estado entre os anos de 2009 e 2018. Duas pessoas que foram detidas desde o início do processo continuam no presídio. Os demais já foram liberados.

O relatório da Polícia Federal é a conclusão do Inquérito que será destinada ao Ministério Público. A partir de então, o MP oferece ou não a denúncia que será analisada pela Justiça. 

O presidente da Assembleia deve se manifestar oficialmente nesta tarde. 

Leia Mais: OS DETALHES DA OPERAÇÃO ALCATRAZ

Enviando Comentário Fechar :/