Em nota, deputados eleitos alegam não concordar com a forma como foi renovado o comando do partido
09/01/2019 18:39

Depois da guerra de notas que expôs a briga no PSL de Santa Catarina, mais um fato põe fogo na fogueira já acesa entre os integrantes do partido do governador Carlos Moisés de Souza.

Documento que foi tornado público há pouco solicita ao presidente nacional da sigla, Luciano Bivar, a destituição da Executiva Estadual  do partido, que tem em seu comando o secretário de Desenvolvimento Econômico  Lucas Esmeraldino.

O documento é assinado por três deputados federais eleitos pelo PSL em Santa Catarina que alegam não concordar com a forma como foi feita a renovação da Executiva em 2018. 

O pedido é para nomeação da deputada federal eleita Caroline de Toni como presidente do partido.

O deputado federal eleito pelo PSL de Criciuma Daniel Freitas é apontado como secretário geral da sigla.

Enviando Comentário Fechar :/