Condução de impasse gerou revolta nos deputados. Governador terá que ressuscitar suas habilidades de bombeiro para não perder mais deputados da base.
29/03/2020 20:51

Em meio as decisões em relação ao combate ao coronavírus, o Governador Moisés, do PSL, estremeceu a relação com deputados da bancada evangélica. Isso porque, eles reivindicam a reabertura das igrejas, o que não havia sido atendido.

Os deputados Jair Miotto, Sérgio Motta, Ismael dos Santos, Felipe Estevão e Kennedy Nunes, apresentaram proposta para que os cultos tenham somente 50% da capacidade , distanciamento entre os sentados  e álcool gel na entrada, como seria no caso da reabertura de academias e shoppings anunciada na última semana pelo Governador .

A proposta havia sido rejeitada mas os deputados foram convocados para uma teleconferência ontem a tarde. O detalhe é que o Secretário Lucas Esmeraldino, que é evangélico, foi escalado para a missão, apesar de sua Secretaria, a de Desenvolvimento Econômico e Sustentável não estar na linha de frente nas decisões acerca do combate ao coronavírus.

Além do fato de o Governador não ter participado da conversa, estremeceu também a falta de convite para dois deles  : Kennedy Nunes e Felipe Estevão, que são oposição na Assembleia.

O incêndio causado pela atitude já que os deputados declararam-se insatisfeitos também porque a conversa não modificou o quadro, pode até ser amenizado pela prorrogação da quarentena anunciada hoje.

Fato no entanto, é que o Governador terá que ressuscitar suas habilidades de bombeiro para não perder mais deputados da base.

Enviando Comentário Fechar :/