Entre os três representantes do Sul do Estado, somente um foi favorável a liberdade do deputado que vai continuar preso além de enfrentar processo na Comissão de Ética da Câmara
20/02/2021 07:24

Dos 16 deputados de Santa Catarina, nove votaram pela liberdade do deputado federal Daniel Silveira, do PSL, preso por ordem do STF após discurso atacando os Ministros e o próprio STF. O placar demonstra coesão na bancada do PSL, com todos os quatro votos contrários a manutenção da prisão do deputado.

No MDB houve divisão, com dois votos favoráveis a manutenção a prisão e um contrário. A deputada Ângela Amin, única representante do PP na Câmara, também se manifestou contrária a manutenção da prisão.

Dos três deputados do Sul, somente Daniel Freitas, do PSL, votou contra. Geovânia de Sá, do PSDB e Ricardo Guidi, do PSD, votaram a favor de manter o deputado Daniel Silveira preso.

No total, foram 364 votos a favor, 130 contra e 3 abstenções. Daniel Silveira foi autorizado pelo Ministro Alexandre Moraes a acompanhar a sessão de forma virtual e em sua manifestação admitiu exagero e pediu desculpas. Não foi o suficiente para convencer os colegas de Câmara. O deputado enfrenta agora um processo na Comissão de Ética da Casa e pode ter o mandato cassado.

 

Angela Amin (PP): NÃO

 

Darci de Matos (PSD): SIM

Ricardo Guidi (PSD): SIM

 

Carmen Zanotto (Cidadania): SIM

 

Carlos Chiodini (MDB): SIM

Celso Maldaner (MDB): SIM

Rogério Peninha (MDB): NÃO

 

Gilson Marques (NOVO): NÃO

 

Rodrigo Coelho (PSB): NÃO

 

 

Geovania de Sá (PSDB): SIM

 

Caroline de Toni (PSL): NÃO

Coronel Armando (PSL): NÃO

Daniel Freitas (PSL): NÃO

Fabio Schiochet (PSL): NÃO

 

Pedro Uczai (PT): SIM

 

Hélio Costa (REPUBLICANOS): NÃO

(Com foto de Michel Jesus/Câmara dos Deputados)

Enviando Comentário Fechar :/