Prefeito Clésio Salvaro já fez levantamento sobre renovação de contrato no governo de Anderlei Antonelli e no dele. E garante: a renovação foi ilegal. A época, deveria ter sido realizada licitação.
12/03/2019 07:54

A possível quebra de contrato com a Casan não foi assunto abordado no encontro que o governador Carlos Moisés teve na prefeitura de Criciúma mas, na coletiva ele deixou implícito que pretende realizar esforços para que a Casan permaneça na cidade. Não parece ser essa a mesma intenção do prefeito Clésio Salvaro que já fez levantamento sobre renovação de contrato no governo de Anderlei Antonelli e no dele.

E garante: a renovação foi ilegal. A época, deveria ter sido realizada licitação. Está ressuscitando fantasmas o prefeito...

Chamou atenção na coletiva do Governador Carlos Moisés em Criciúma, a informação de que ele conversa com outros poderes para que todos possam contribuir na redução de gastos. O comentário do Governador foi ao ser questionado sobre as obras de infraestrutura para as quais ele confirmou, não há recursos.

Enviando Comentário Fechar :/