Na nota emitida hoje e assinada pelo presidente estadual do PSL, deputado federal Fábio Schiochet, classifica o posicionamento do deputado como “inadmissível” e informa que não compactua com as ideias dele.
14/01/2020 20:28

O comando do PSL de Santa Catarina repudiou através de nota oficial as declarações do deputado Jessé Lopes, eleito pelo partido, referentes a campanha “Não é não. Jessé foi o assunto das redes sociais no fim de semana e alcançou espaço inclusive na mídia nacional ao tachar como “hipocrisia” ao assédio.

"Não sejamos hipócritas. Quem, seja homem ou mulher, não gosta de ser “assediado(a)? Massageia o ego, mesmo que não se tenha interesse na pessoa que tomou a atitude", escreveu o deputado criticando o movimento feminista, apoiador da campanha.

Na nota emitida hoje e assinada pelo presidente estadual do PSL, deputado federal Fábio Schiochet, classifica o posicionamento do deputado como “inadmissível” e informa que não compactua com as ideias dele.

O PSL de Santa Catarina instaurou no ano passado processo para análise de pedido de expulsão de Jessé Lopes. Foi após episódio onde o parlamentar retirou o quadro do Governador Carlos Moisés da parede e colocou “de castigo” no chão.

Em nota oficial, PSL repudia atitude do deputado Jessé Lopes

 

Enviando Comentário Fechar :/