Justiça reconheceu equívoco na exoneração de Delegado da Região Sul após quase uma década. Agora esta triste página foi virada, disse Carlos Emílio em texto enviado à imprensa
19/11/2020 13:26

A Governadora Daniela Reinher publicou ontem, dia 18 de novembro, no Diário Oficial do Estado, a reintegração de Carlos Emílio da Silva à função de Delegado de Polícia. Ele havia sido exonerado da função por processo administrativo, que foi anulado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina.  

Governadora Daniela Reinher assina reintegração de Carlos Emílio da Silva à função de delegado

Carlos Emílio teve passagem atuante por várias delegacias na região Sul. Atuou em Içara, Forquilhinha, Divisão de Investigação Criminal e na Central de Polícia.

Confira na íntegra a nota que o delegado encaminhou à imprensa:

 Depois de oito anos, tenho a alegria de externar a todos a notícia de meu retorno aos quadros da Polícia Civil, em razão de decisão do Tribunal de Justiça de Santa Catarina que anulou o processo administrativo referente à minha demissão.

Foi um período difícil, de inevitável angústia e provação, mas também de alegrias, sobretudo pela demonstração de carinho e confiança sinceros dos meus familiares e amigos, que sempre tiveram a certeza do meu caráter e forma de proceder e nunca deixaram de ter esperança.

Meu reconhecimento e profundo agradecimento a Deus, por ter dado fé e forças para suportar este período difícil, à minha esposa Daniela e aos meus filhos Carlos Henrique e Maria Luíza, que, pela proximidade, foram aqueles que compartilharam tudo e que sofreram igualmente as consequências da injusta demissão.

Reconhecer a força e a fé de minha mãe, dona Maria de Lourdes, que, com 92 anos, nunca deixou de acreditar na justiça e que, com a graça de Deus, está viva para receber com muita alegria esta notícia por ela tão esperada.

Com relação ao processo, destaco imprescindível trabalho, a dedicação e a competência dos advogados André Mello Filho e Ricardo Fagundes, como também a sabedoria e sensibilidade dos magistrados que procederam ao julgamento, que reconheceram as falhas havidas e anularam a injusta demissão.

Agora, esta triste página foi virada, entretanto, esta experiência trouxe um grande aprendizado para a vida, importante para nos fortalecer ainda mais para seguirmos adiante com mais foco, dedicação e responsabilidade, respeitando a todos e valorizando a família, a amizade sincera e a confiança na Justiça.

Carlos Emílio da Silva, Delegado de Polícia Civil | Estado de Santa Catarina

Enviando Comentário Fechar :/