Vereadores de Içara acusam antiga administração de abandonar veículos e máquinas mas o ex-prefeito apresenta gravação sobre acordo com a prefeita Dalvânia para deixar para ela a realização de leilão
17/01/2021 20:38

Vacina: uma luz no fim do túnel

O pesadelo que vivemos há quase um ano transformou-se hoje em esperança. A Anvisa liberou para uso emergencial duas vacinas para o combate ao coronavírus: a coronavac, do instituto Butantan com a China, e a Astrazeneca, da FioCruz com A universidade de Oxford. Uma luz no fim do túnel se acende com visão para dias melhores. Hora de deixar de lado esquerda, direita e picuinhas políticas e enaltecer o respeito ao tempo e responsabilidade de cada um nesse processo longo e doloroso, ainda mais para quem em meio ao caos perdeu pessoas queridas. Hora de união, de olhar adiante e enxergar o futuro, deixando para trás a torcida contrária. Porque torcida contrária nesse momento não atinge agentes políticos e sim a população. Nova eleição somente em 2022. Chega  candidatos querendo lugar na janela e utilizando a pandemia como palanque. Esse é o maior dos crimes que pode ser cometido contra uma população amedrontada. Bem vinda vacina.

 

Nova Sede

Em Siderópolis, o prefeito Franqui Salvaro, do PSDB, deu sinal verde para que o Legisaltivo tenhe sua sede própria. Foi durante reunião com o presidente da Casa, Ademir Donadel, do PP e o diretor João Batista Réus, o índio. Na ocasião, eles entregaram ofício solicitando a reserva do prédio da UPA Dr Girão , que será desativado em breve,  estará  indo para  nova sede, com objetivo de uma permuta ou outra forma de negociação de modo que o legislativo possa reformar e adaptar as  instalações   para ser a  sede própria do legislativo municipal, ficando a Câmara Municipal livre do pagamento de aluguel como ocorre hoje.

 

FATO LAMENTÁVEL

 Vereadores de situação em Içara divulgaram na última semana informação sobre abandono de veículos e maquinários deixados pela antiga administração. O presidente da Casa, vereador Itamar da Silva, do PP, disse na ocasião, que o fato causa espanto e preocupação, por estarem em sua grande maioria danificados e abandonados. A coluna questionou o ex-prefeito Murialdo Gastaldon sobre o fato e ele encaminhou conversa com a então prefeita eleita Dalvânia Cardoso, sobre a solicitação para a retirada do leilão que seria realizado ainda na administração dele, de um ônibus e um rolo compactador.

Na ocasião, Murialdo falou com Dalvânia e se dispôs a deixar todo o processo pronto para que ela realizasse o leilão das máquinas que agora os vereadores acusam a antiga administração de ter deixado. A então prefeita eleita aceitou (Veja o Print). Diante da situação, fica a impressão que os veredaores de situação ou não estão dialogando com a prefeita ou agiram mesmo com o intuito de fazer barulho e acusar a antiga administração. Se assim for mesmo, o fato só pode ser classificado como lamentável já que ao invés de os eleitos buscarem melhorias para o município, preocupam-se em promover picuinha política. 

 

No print, o agora ex-prefeito manda um áudio que publicamos aqui através de transcrição na íntegra e através de vídeo, confirmando acordo para que a prfeita eleita realizasse o leilão so bens inservíveis:

 

Aqui a transcrição do áudio na píntegra:

“ Ô Dalvânia bom dia. O Toretti me falou para exclui do Leilão daquela que está praticamente imprestável, o ônibus e o rolo compactador. Eu vou fazer diferente, é bem tranquilo de minha parte. Eu excluo tudo, Eu deixo tudo pronto, o projeto, as avaliações e deixo o leião pra ti, pra fazer. Acho melhor”

 

Reivindicação

A prefeita de Içara, Dalvânia Cardoso, do PP e vereadores do município, estão entre as primeiras lideranças políticas da Amrec que teve conversa com o deputado José Milton Scheffer, do PP, líder do Governo de Carlos Moisés. A reivindicação em Içara foi por investimentos em infraestrutura, saúde e educação, e será encaminhada ao Governo do Estado. O deputado percorre municípios para ouvir demandas.

 

 

 TAXA PROIBIDA

Diante do debate provocado em Imbituba sobre a possibilidade de Cobrança de Pedágio para acesso às Praias do Rosa e Ibiraquera, o Deputado Estadual Ivan Naatz, do PL, lembra que esse tipo de cobrança está proibido em todos os municípios do Estado. A proposta seria uma Taxa de Preservação Ambiental visando também a redução de aglomerações nas praias e, função da Covid 19. No ano passado, foi aprovada na Assembleia Proposta de Emenda Constitucional de autoria do deputado, a chamada Pec dos Pedágios Urbanos , já promulgada e incorporada ao ao texto da  Constituição Estadual .  O parlamentar explica que a única exceção, por enquanto, é a manutenção da TPA de Bombinhas, garantida por decisão anterior a nova legislação pelo Supremo Tribunal Federal.

 

 

 

Enviando Comentário Fechar :/