A primeira suplente de vereador do PSD de Criciúma, Solange Barp, que além de já ter sido eleita vereadora também ocupou função de Secretária Municipal, emite sinais de que deve deixar o partido
30/08/2019 08:22

A primeira suplente de vereador do PSD de Criciúma, Solange Barp, que além de já ter sido eleita vereadora também ocupou função de Secretária Municipal, emite sinais de que deve deixar o partido. Ontem, ela publicou em seu facebook crítica à administração de Clésio Salvaro, referente ao repasse de recursos para o CTG Pedro Raymundo.

" Nada contra a cultura, muito pelo contrário. Mas estamos em SC. Na minha opinião centro de tradição Gaúcha deve ser preservado pelo Rio Grande do Sul. Uma pergunta que não quer calar, qto será investido na festa das etnias ( afinal, essa é nossa)", escreveu junto com a cópia do projeto de Lei que confirma autorização para repasse na ordem de R$ 500 mil ao CTG.

 Questionada pela coluna sbre a possibilidade de deixar o PSD, que tem como representante no governo de Clésio Salvaro o vice-prefeito Ricardo Fabris, ela reumiu: “Estou no PSD ainda e depois que abrir a janela vou pensar o que fazer”.

Confira a cópia do projeto de Lei publicada na rede social de Solange Barp:

Enviando Comentário Fechar :/