leia também: Bloco do PSL/PL apóia Daniela Reineher e a alfinetada de Geovânia de Sá
06/04/2021 21:05

Mais facilidade para empréstimos 

Facilitar o acesso a empréstimos a juros zero para empresas com sede em Santa Catarina é o principal objetivo de emenda apresentada hoje pelo deputado estadual Milton Hobus, do PSD. Presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, ele é relator de Medida Provisória do Estado que autoriza operações de crédito para pequenos negócios prejudicados pela crise atual. Conforme a proposta do governo catarinense, os microempreendedores e as micro e pequenas empresas poderão contratar empréstimos com juros subsidiados pelos bancos de fomento Badesc e BRDE. A carência para começar a pagar o débito será de um ano e ele poderá ser parcelado em até 36 vezes. A expectativa é conceder um total de R$ 1,5 bilhão. A principal mudança que o deputado faz na Medida Provisória é de que não será considerado impedimento para concessão “o beneficiário negativado em instituições de análise de crédito públicas ou privadas, com débitos ajuizados ou não”, desde que ele comprove o funcionamento nos últimos 24 meses por meio do faturamento. 

Candidaturas

O MDB da Amrec teve reunião nesta semana para debater o quadro político estadual e nacional e a indicação de candidatos a deputado por consenso, entre os líderes da região. Participaram os cinco prefeitos eleitos pelo partido na região carbonífera, o ex-governador Eduardo Moreira e os deputados estaduais Ada de Luca e Luiz Fernando Cardoso, o Vampiro. 

 O nome

O principal ponto nessa discussão é a intenção tanto de Ada de Luca quanto de Vampiro, de disputar uma vaga na Câmara dos deputados em 2022. Com isso, o MDB por ora não tem definição de pré-candidatos a deputado estadual. Os prefeitos do balneário Rincão, Jairo Custódio e  o de Orleans, Jorge Koch, foram consultados mas negaram a possibilidade de candidatura em razão da obrigatoriedade de renunciar ao mandato. O nome que surge como hipótese é o do ex-prefeito de Içara, Murialdo Gastaldon.

  Chapa única

Pela primeira vez na história recente do DCE da Unesc, uma chapa única concorrer a presidência. O novo comando do Diretório deve ficar com o acadêmico de Engenharia Civil Douglas Leffa. 

 Os três do PSD

Presidente estadual do PSD, deputado Milton Hobus comandou almoço nesta terça-feira em Florianópolis junto ao ex-governador Raimundo Colombo e ao ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes. Os três tem o nome colocado no partido como pré-candidatos ao governo e a ideia e a busca do consenso. A ideia é definir o candidato no início do próximo ano e por ora, os líderes do partido preferem não falar sobre possíveis alianças.

Facilidade para empréstimos é discutida na Alesc; MDB discute candidaturas na Amrec;

 

 

 Violência contra crianças e adolescentes

Deputada Marlene Fengler, do PSD, assumiu a presidência da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da Alesc propondo a realização de audiência pública com o objetivo de identificar os números reais de violência contra crianças e adolescentes em Santa Catarina. A parlamentar acredita que a pandemia reduziu as notificações, sobretudo em razão das aulas não presenciais. Lembrou que a maioria dos casos de violência infantil é identificada pelos professores. 

 Alfinetada

Na visita que fez nesta terça-feira à Carmen Zanotto, secretária estadual de saúde, a deputada Geovânia de Sá, do PSDB, deu certa alfinetada no governador Carlos Moisés da Silva. Ocorre que a deputada lembrou durante a conversa, da promessa feita no dia 25 de março, quando Moisés estava como governador, da abertura de leitos no Sul do Estado. Vinte deles, seriam abertos no Hospital Regional de Araranguá e outros 10, no Dom Joaquim, de Sombrio, o que não aconteceu. Acompanhou a visita a agora deputada Norma Pereira, que é do PSDB e assumiu a cadeira na Câmara Federal deixada por Carmen Zanotto, que retirou licença para assumir a secretaria em Santa Catarina.

Facilidade para empréstimos é discutida na Alesc; MDB discute candidaturas na Amrec;  


Bloco de apoio

O almoço que o deputado Ivan Naatz, líder da bancada do PL promoveu nesta terça-feira com o bloco PL/PSL na Assembleia teve a participação inclusive da deputada Ana Campagnolo, autora de discurso crítico em relação a governadora interina Daniela Reinher na última semana. A definição é de “apoio republicano”dos dez integrantes do bloco. "Serão recepcionadas e avaliadas , conversas e propostas que vierem do governo Daniela  no sentido de ajudar na construção das pautas que forem de interesse comum do governo e do Estado como um todo”, explicou Naatz. Além dele, por parte do PL  participaram ainda os deputados  Mauricio Eskudlark, Sargento Lima , Nilso Berlanda e Marcius Machado. Da bancada do PSL,  Jesse Lopes , Ricardo Alba e Ana  Caroline Campagnolo. Ausentes os deputados Felipe Estevão e Mocelin mas por falta justificada. 

Facilidade para empréstimos é discutida na Alesc; MDB discute candidaturas na Amrec;

Enviando Comentário Fechar :/