Jessé Lopes, deputado eleito pelo PSL de Criciúma, está a frente da coleta de assinaturas junto com Bruno Souza, do PSB. Dois deputados eleitos pelo PSL ainda não assinaram o documento.
26/12/2018 18:41

Das 14 assinaturas para a instalação de uma CPI na Assembleia legislativa para investigar o Caso da Ponte Hercílio Luz, os deputados que encabeçam a ideia já possuem dez, informou há pouco o deputado diplomado Jessé Lopes, eleito pelo PSL de Criciúma.

Ele engajou-se na causa proposta por Bruno Souza, do PSB durante a diplomação na semana passada. A base foi a Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público e que solicita a indisponibilidade de bens de 12 envolvidos na Reforma da Ponte Hecílio Luz, na ordem de R$ 233 milhões.

Interessante neste cenário do pedido de CPI da Ponte é que nem toda a bancada do PSL, partido que elegeu lideranças em nome da renovação e transparência, assinaram o pedido.

Falta a assinatura do deputado estadual diplomado Ricardo Alba, eleito com a maior votação do Estado e do Coronel Mocellin.

Enviando Comentário Fechar :/