O motivo é que enquanto em Criciúma permanece a obrigatoriedade de fechamento às 23h59 minutos e a limitação de quatro pessoas por mesa, em outros municípios da Amrec, o horário foi esticado até as três da madrugada.
11/01/2021 13:45

Reunião nesta manhã na prefeitura de Criciúma avaliou a possibilidade de mudanças nas regras de atendimento em bares e restaurantes na cidade. O motivo alegado é que enquanto em Criciúma permanece a obrigatoriedade de fechamento às 23h59 minutos e a limitação de quatro pessoas por mesa, em outros municípios da Amrec, o horário foi esticado até as três da madrugada.

A intenção seria igualar direitos, principalmente porque todos os estabelecimentos continuam pagando os mesmos impostos e taxas para que possam manter suas atividades. O encontro foi solicitado pelo presidente da Câmara de Criciúma, vereador Arleu da Silveira, do PSDB, visando a ouvir a reivindicação de representantes de bares e resturantes.

 Ficou acordado por parte do município que será aguardado até a atualização da matriz, na próxima quarta-feira. Se voltar ao grave, automaticamente algumas medidas flexibilizam. Caso contrário, será conversado em conjunto com a Amrec para tomada de medidas iguais, visando não prejudicar nenhum município.

 

 

Participaram representando a Câmara: 

 

Arleu da Silveira

Giovana Mondardo

Jair Alexandre

Juarez de Jesus

Márcio Daros

Manoel Rozeng

Nícola Martins

Obadias Benones

 

 

Estavam presentes do Governo de Criciúma:

 

Vice-prefeito, Ricardo Fabris

Secretário de Saúde, Acélio Casagrande

Secretária Geral, Kátia Smielevski

Coordenador da Vigilância Sanitária, Samuel Bucco

Diretor técnico da Secretaria de Saúde, Dr Ronald

Diretor de Desenvolvimento, Aldinei Poteleck

 

Enviando Comentário Fechar :/