Leia também: Prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro é o que mais tem possibilidade de estar em majoritária para as eleições de 2022 entre os prefeitos citados no cenário
21/09/2021 23:42

 O sucessor de Rogério Frigo

O prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo, do PSDB, ao ser questionado pelo blog sobre seu futuro político foi enfático: “Hoje estou decidido que não sou candidato a mais nada”. Frigo chegou a ser convidado por lideranças tucanas para concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa em 2022 mas declinou. Na entrevista, o prefeito informa que pretende cumprir compromissos assumidos para seu mandato, como uma creche no Distrito de Caravaggio, e que prepara um sucessor para 2024. “O vereador Aroldo Frigo Júnior é o candidato automático hoje. Se perguntar para qualquer um do PSDB hoje é o Aroldinho. Eu diria que meu sucessor seria o Aroldinho mas ele tem que querer”, resumiu o prefeito. 

Frigo anuncia sucessor; Um canal para a Gôndola em Nova Veneza; Gean Loureiro e o PSD;

 Canal da Gôndola

Rogério Frigo viaja na próxima semana a Brasília onde apresenta dois projetos para a cidade: o canal da Gôndola e o asfalto para a rua das Casas de Pedra, outro ponto turístico de Nova Veneza. A ideia para o canal  é que ele seja construído como continuação da Rua Coberta, no centro da cidade, para que os visitantes possam realizar um passeio de gôndola. Hoje, a gôndola, principal ponto turístico de Nova Veneza, está em um lago atrás da prefeitura e só possibilita fotos.

 Decisão

Para ser candidato a deputado estadual pelo PSDB, o prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo teria que renunciar ao mandato em abril de 2022. Ele considerou no entanto, que não foi esse o entrave para sua decisão de não concorrer. Frigo garantiu que o que pesou foi o fato de ele estar decidido a não concorrer a mais nenhum cargo político.

 Aposta

O PSDB da região carbonífera tem seis pré-candidatos a deputado estadual pela Amrec e a decisão do partido é que somente um dispute uma cadeira na Assembleia no próximo ano. Apesar de não querer citar nomes, o prefeito Rogério Frigo apostou que o partido deve liberar duas candidaturas pela Amrec.

Declinaram

Além do prefeito Rogério Frigo, a Amrec teve outros dois prefeitos convidados a disputar cadeira na Assembleia em 2022 e que declinaram. O MDB formalizou convite para o prefeito de Orleans, Jorge Koch e de Balneário Rincão, Jairo Custódio. A intenção é que um dos dois fosse candidatos a deputado estadual mas não houve sucesso. 

 

 Os prefeitos

Quando o assunto são os prefeitos em Santa Catarina, que estão com o nome colocado como pré-candidatos ao governo, pode-se dizer que as intenções esfriaram. Clésio Salvaro, de Criciúma  e Joares Ponticelli, de Tubarão  já tiraram o time de campo. João Rodrigues, de Chapecó, é a cada dia visto com mais dificuldade de renunciar para concorrer em 2022. O que ainda tem possibilidade de encarar a disputa é o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, que trabalha a formação do novo partido, resultado da fusão entre o PSL e o DEM.

 Sintonia

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro aliás, não esconde de ninguém que a sintonia mais afinada por ora é com lideranças do PSD. A possibilidade de aliança para as eleições de 2022 é pauta de todas as conversas entre Gean e líderes do PSD e que não são poucas nos últimos dias.

Mudança

Mesmo que a Comissão Processante para Investigar o prefeito afastado de Urussanga, Luis Gustavo Cancelier não tenha sido instalada na Câmara da cidade, não há dúvidas que o episódio sacode o cenário eleitoral no município. A começar pelo  PSD, que recomendou ao seu vereador votar pela instalação além de lembrar que os fatos investigados são da gestão da qual não fazia parte.

Desfiliação

A primeira conseqüência da votação de ontem na Câmara de Vereadores de Urussanga foi o anúncio do presidente da sigla, Jaderson Roque, que está deixando o comando do partido e se desfiliando da sigla. Na carta divulgada por ele, entre as justificativas para a atitude, o fato de discordar de posicionamentos da maioria dos integrantes da Executiva do partido.

Fora

Questionado pelo blog sobre a carta que o PP emitiu, fechando questão pela não aprovação da Comissão Processante, o agora ex-presiddente do partido informou que desde a quarta-feira da última semana não estava mais partiicpando das decisões da executiva e que todas as decisões tomadas no período, inclusive a carta não tiveram ne participação, nem aval dele.

Enviando Comentário Fechar :/