Depois da ação na Justiça alegando inconstitucionalidade da lei aprovada na Assembleia, Carlos Moisés prometeu que vai fazer o que a mesma lei determina.
13/06/2019 09:08

Depois de entrar com a Ação Direta de Inconstitucionalidade que poderia impedir o repasse de recursos aos Hospitais Filantrópicos, o governador Carlos Moisés, em conversa ontem com representantes das instituições e deputados garantiu que o repasse será feito a partir de julho. Para isso, serão feitos convênios.

A intenção é que o repasse aconteça até o fim do ano, já que a Secretaria Estadual de Saúde planeja para 2020, programa de política pública para os hospitais. Em suma,o governo entrou com uma ação na Justiça porque julga que a lei aprovada na Assembleia é ilegal mas prometeu que vai fazer o que a mesma lei determina.

Ponto positivo: o governo começa a entender que as mudanças necessitam ser gradativas e com planejamento, ainda mais quando se trata de hospitais filantrópicos, importantes aliados no atendimento à população.

Politicamente no entanto, fez barulho e provocou a antipatia da população sem necessidade.

Enviando Comentário Fechar :/