A reunião da Comissão Especial nesta tarde na Assembleia teve vários questionamentos acerca do indicado, que já está na SCPar e no Sapiens Park
19/11/2019 20:37

O deputado Marcos Vieira, do PSDB, foi o mais enfático durante a reunião de hoje da Comissão Especial para avaliar a indicação de Marcos de Souza Sabino para a Aresc, Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina.

Após as considerações que envolveram inclusive o fato de Sabino estar na SCPar, empresa fiscalizada pela Aresc, até a idade, 31 anos, que seria abaixo dos 35 outrora exigidos, o deputado solicitou diligenciado ao Governador do Estado a ata da eleição de Sabino para a SCPar e Sapiens Park, o currículo, que considerou incompleto, informações acerca de sobreposição de horários ao ocupar as três funções entre outros itens.

O relator da Comissão, deputado Fabiano da Luz, do PT, solicitou ainda que a Assessoria Jurídica da Assembleia se manifeste sobre o assunto. Somente após todo o trâmite, o presidente da Comissão, deputado João Amin, do PP, deve reabrir a avaliação.

Diante do cenário, há indícios de que o indicado não passe pelo crivo da Assembleia.Fazem parte da comissão ainda os deputados Felipe Estevão, Valdir Cobalchini, Jerry Comper e  Ismael do Santos.

O indicado para ocupar função na Aresc, Marcos de Souza Sabino, foi assessor do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Lucas de Souza Esmeraldino, em seu mandato como vereador em Tubarão e atuou também na empresa Novare Empreendimentos do irmão de Lucas Esmeraldino, Cristian Esmeraldino. O documento de indicação foi enviado à Assembleia com assinatura do Secretário da Casa Civil, Douglas Borba, em nome do Governador Moisés.

Indicação de ex-assessor de Lucas Esmeraldino para Aresc pode bater na trave

 

Enviando Comentário Fechar :/