Em 2019 o município também se consolidou na segunda posição de abertura de novas empresas com 71.386 CNPJs ficando atrás de Florianópolis com 86.345
24/01/2020 20:28

A cidade do Norte de Santa Catarina fechou o ano de 2019 com saldo positivo de vagas formais de trabalho. Foram criados 6.656 novos empregos com base nos dados ajustados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, Caged, divulgado hoje, pela Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Os números colocam o município na sétima posição do país com maior geração de vagas depois de São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Brasília, Manaus e Barueri.

A Associação Empresarial de Joinville, Acij, avalia os números de forma positiva. “É uma boa notícia porque demonstra que a economia começou a reagir. O aumento de vagas no setor de serviços, comércio e a recuperação da construção civil irão refletir no aumento da confiabilidade dos empresários para aportar investimentos”, pondera o presidente da entidade, João Joaquim Martinelli.

Em 2019 o município também se consolidou na segunda posição de abertura de novas empresas com 71.386 CNPJs ficando atrás de Florianópolis com 86.345. “Os dados do Caged são referentes às vagas contratadas pelo regime de Consolidação das Leis do Trabalho, CLT, mas Joinville é a segunda cidade que mais abriu empresas no ano passado”, complementou Martinelli.

Terceira posição na geração de emprego

Santa Catarina também fechou o ano com números positivos e terceiro Estado que mais gerou emprego no país: 71.406 novos postos de trabalho criados em 2019. São Paulo ficou com a primeira colocação com a geração de 184.133 vagas e em segundo Minas Gerais com 97.720. Os dados de Santa Catarina mostram desempenho acumulado de 1.067.335 admissões e 995.929 desligamentos. Considerado os dados ajustados, o mercado de trabalho catarinense registrou um crescimento de 3,56%.

No Brasil, o saldo de 2019 foi o melhor dos últimos seis anos com a criação de 644.079 novos empregos. Os números absolutos confirmam 115 mil postos a mais do que o registrado em 2018. Oito setores da economia registraram crescimento, com destaque ao setor de serviços, comércio e, principalmente, a recuperação das vagas na construção civil, 71.115.

Números ajustados do Caged

Brasil: 644.079

São Paulo (SP): 80.831

Belo Horizonte (MG): 22.703

Curitiba (PR): 19.325

Brasília (DF): 16.241

Manaus (AM): 10.458

Barueri (SP): 7.546

Joinville (SC): 6.656

São Luis (MA): 6.475

(Com informações da Assessoria de Imprensa da Associação Empresarial de Joinville)

Enviando Comentário Fechar :/