Luiz Antônio Bonat é o primeiro na lista de antiguidade, critério principal para ocupação da vaga.
22/01/2019 17:59

O Juiz que deve assumir a vaga deixada por Sérgio Moro, na 13 Vara Federal do Paraná, responsável pelas ações da Lava jato, já atuou em Criciúma. Luiz Antônio Bonat é o primeiro na lista de antiguidade, critério principal para ocupação da vaga.

O prazo de incsrição terminou ontem e além dele outro juiz da região se inscreveu. Trata-se de Julio Guilherme Berezoski Schattschneider, que já atuou em Tubarão, também no Sul do Estado de Santa Catarina.

Todos os juízes que atuam na região Sul poderiam se candidatar e a preferência é por critério de antiguidade, o que coloca Bonat como o principal nome a assumir a função. Ao todo, 25 de inscreveram.

 Os cinco magistrados mais antigos inscritos para a 13ª Vara Federal de Curitiba são: Luiz Antonio Bonat , 1º na lista de antiguidade, Julio Guilherme Berezoski Schattschneider 19º na lista de antiguidade, Friedmann Anderson Wenppap, 70º na lista de antiguidade, Antonio Cesar Bochenek, 106º na lista de antiguidade e Marcos Josegrei da Silva, 111º na lista de antiguidade.

 Luiz Antônio Bonat é natural de Curitiba, onde também se formou, e atuou em Criciúma no início dos anos 2000, após exercer a magistratura em Foz do Iguaçu.

Juiz há 25 anos, atualmente ele está na 21 Vara federal de Curitiba.

LEIA MAIS: TRF4 divulga candidatos a vaga de Juiz Federal

 

Enviando Comentário Fechar :/