Em agosto, no último julgamento, o placar havia ficado em 4X1. Hoje, com a reconsideração do Ministro Tarcísio Neto, o jogo empatou em 3X3. O ministro Luiz Roberto Barroso, que havia pedido vistas também votou contra o Recurso.
22/10/2019 21:34

Terminou há pouco, com pedido de vistas da presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Rosa Weber, e mudança no placar que havia colocado o mandato  deputado federal Ricardo Guidi, do PSD de Criciúma, a “perigo”, o julgamento de Recurso do PT. O partido quer a inclusão dos votos da candidata a deputada federal Ivana Laís, à legenda para que Ana Paula Lima, do PT, assuma cadeira na Câmara .

Em agosto, no último julgamento, o placar havia ficado em 4X1. Hoje, com a reconsideração do Ministro Tarcísio Neto, o jogo empatou em 3X3. O ministro  Luiz Roberto Barroso, que havia pedido vistas também votou contra o Recurso.

O processo iniciou após o resultado da eleição de 2018, quando o PT recorreu ao TRE para regulamentar o registro de Ivana Lais, que havia sido indeferido por falta de documentação.

O TRE deferiu a candidatura e validou os votos para a legenda. O Ministério Publico Eleitoral recorreu ao TSE onde houve julgamento monocrático revertendo a decisão. O PT recorreu e o processo foi para o plenário.

 

Enviando Comentário Fechar :/