O partido quer manter e ampliar o maior número de mulheres e jovens na representação política catarinense
27/09/2019 14:19

O MDB catarinense e a Fundação Ulysses Guimarães tem trabalhado sua organização de forma bastante sintonizada. E a palavra chave dos movimentos de Mulheres e Jovens tem sido a preparação. A sigla tem se organizado com palestras e capacitação sobre redes sociais, cenário político e motivação reunindo mulheres e jovens em todo o Estado.

Nos dias 4 e 5 de outubro, os encontros serão com os municípios do Extremo Sul e Sul, em Turvo e Siderópolis, respectivamente. O partido quer manter e ampliar o maior número de mulheres e jovens na representação política catarinense.

Atualmente conta com oito prefeitas, a deputada estadual Ada de Luca, a suplente de senador, Ivete Appel ds Silveira, e 141 vereadoras.

Entre os jovens, os emedebistas com idade entre 19 e 34 anos representam quase 17% dos 855 vereadores eleitos pelo partido, e cerca de 10% dos prefeitos eleitos da sigla.

Enviando Comentário Fechar :/