Ontem, a assessoria do candidato enviou nota ao site nomeando o denunciante. No debate a noite, Merísio ao responder pergunta de Leonel camarão acusou o MDB de Chapecó de ser autor da denúncia
03/10/2018 08:52

Em Santa Catarina, a reta final acirra os ânimos também entre os candidatos Gelson Merísio, do PSD e Mauro Mariani, do MDB. A assessoria de Merísio enviou ontem nota ao site, em razão do comentário feito sobre a denúncia contra ele, de suposto enriquecimento ilícito. Na nota, aponta o denunciante como "tendencioso com ligações político-partidárias que colocam todas as suas afirmações sob suspeição".

Trata-se do advogado Írio Grolli, ex-secretário de desenvolvimento regional de Chapecó no governo de Luiz Henrique da Silveira, que figura como réu em uma ação popular movida contra o falecido ex-governador e o então secretário de Estado da Comunicação, Derly Massaud da Anunciação.

Além disso, Grolli foi alvo de multas do Tribunal de Contas do Estado por irregularidades na sua gestão à frente da SDR de Chapecó, diz a nota. Em suma, Merísio aponta diretamente para o MDB, seu principal adversário na disputa eleitoral.

No debate que acontreceu ontem, ao responder a pergunta de Leonel Camasão, do Psol, sobre o assunto, Gelson Merísio acusou diretamente o MDB de Chapecó de ser autor da denúncia.

Quer saber mais sobre a denúncia referente ao candidato Gelson Merísio? Clique AQUI

 

Enviando Comentário Fechar :/