A decisão revela que o Governador Moisés pode sofrer processo de Improbidade Administrativa e joga por terra um dos principais argumentos do Governo quanto ao processo de impeachment: o de que o MP havia arquivado a Notícia de fato referente ao assunto.
21/09/2020 18:27

O Conselho Superior do Ministério Público  acatou o Recurso do autor do pedido de impeachment, Ralf Zimmer Junior à Notícia de Fato apresentada por ele no MP em Santa Catarina.

O caso em tela é o reajuste para os Procuradores do Estado, objeto do pedido de impeachment que tramita na Assembleia Legislativa. O Conselheiro relator, Newton Henrique Trennephol determinou a remessa dos autos ao Procurador Geral de Justiça para designação de outro membro do Ministério Público para que instaure e presida a investigação quanto a possível ilegalidade na concessão do reajuste.

A decisão é do dia 16 de setembro e revela que o Governador Carlos Moisés pode sofrer processo de Improbidade Administrativa.

Mais que isso, joga por terra um dos principais argumentos do Governo quanto ao processo de impeachment: o de que o Ministério Público havia arquivado a Notícia de Fato referente ao assunto.

CONFIRA AQUI A DECISÃO NA ÍNTEGRA

Enviando Comentário Fechar :/