A denúncia é relativa a época que ele foi Conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina e os Procuradores da República pedem reparação de danos na ordem de mais de R$ 2 milhões
15/09/2020 10:32

O Ministério Público Federal formalizou denúncia ontem contra o deputado estadual Júlio Garcia e mais cinco pessoas em razão da Operação Alcatraz, realizada no ano passado.

A denúncia é relativa a época que ele foi Conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina e os Procuradores da República pedem reparação de danos na ordem de mais de R$ 2 milhões. A acusação do Ministério Público envolve, familiares e uma empresário acusado de ser “operador financeiro” e que segundo a denúncia, realizava repasses oriundos de supostas propinas.

A nova denúncia proposta na Justiça Federal de Florianópolis é assinada pela subprocuradora-geral da República Samantha Chantal Dobrowolski e pelos procuradores da República Alisson Campos, Carlos Humberto Prola Junior, Douglas Guilherme Fernandes e Mário Sérgio Ghannagé Barbosa, que compõem a força-tarefa que trabalha nas investigações da Operação Alcatraz.

O próximo passo é a análise da Justiça e a manifestação sobre o acatamento ou não da denúncia.

Enviando Comentário Fechar :/