Onyx Lorenzoni participou ontem em Brasília café da manhã promovido pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão com a bancada catarinense de deputados
17/05/2019 09:06

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ouviu da bancada catarinense no Congresso Nacional que Santa Catarina não abre mão de sediar a Eletrosul. Isso porque, está em debate a possibilidade da empresa ser incorporada pela gaúcha Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica, com sede em Porto Alegre.

Foi durante café da manhã promovido pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT ontem em Brasília. Onyx prometeu marcar uma audiência com o presidente da República, Jair Bolsonaro, para tratar do assunto. 

  “Tenho a certeza que vamos construir um entendimento. A Eletrosul sempre teve uma presença importante em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Não vejo razão para gente não continuar trabalhando em parceria”,  avaliou  Lorenzoni.

  No café da manhã, o ministro destacou os principais pontos da Reforma da Previdência. Levantamento feito pela própria bancada indica que a maioria dos parlamentares deve votar a favor da reforma, mesmo com ressalvas. O presidente da ACAERT, Marcello Corrêa Petrelli, afirmou que a entidade cumpre seu papel de esclarecer ao enfatizar “este momento de unidade por Santa Catarina, que é fundamental, para que nos credencie a outras questões, como a luta pela permanência da Eletrosul no estado e a reformulação do Pacto Federativo”.

(COM FOTO DE BRUNO MOTA)

Enviando Comentário Fechar :/