Leia também: PSDB define dois nomes para estadual na Amrec e PP tem o nome do vereador Miri Dagostin na pauta
07/10/2021 22:37

 

Moro candidato à presidência

Nos bastidores políticos em âmbito nacional, é dada como certa não somente a filiação ao Podemos, do ex-juiz federal e ex-ministro da Defesa, Sérgio Moro, mas a disputa pela presidência da República em 2022. A presidente nacional do Podemos, Renata Abreu já confirmou a líder do partido em Santa Catarina que há 90% de chances de o quadro se concretizar nos próximos meses. 

 Pacheco no PSD

Quando o assunto é a candidatura à presidência também dizem os bastidores que líderes nacionais do PSD continuam apostando na filiação do presidente do senado, Rodrigo Pacheco ao partido, para a construção de uma terceira via. Pacheco é do DEM, partido que consolidou nesta semana a fusão com o PSL, resultando na União Brasil. A tese principal é que o novo partido tem mais interesse na eleição de deputados federais para uma bancada forte do que entrar na disputa pela presidência.

 Bastidores

Também há informação de bastidores que a filiação do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin ao PSD deve se concretizar após as prévias que definirão o pré-candidato do PSDB à presidência da República. As prévias do PSDB estão marcadas para novembro.

 Bolsonaro no PP

É forte também nos bastidores nacionais a informação que o presidente Bolsonaro pode se filiar ao PP nos próximos meses. Caso a informação se confirme, o reflexo em Santa Catarina deve ser a candidatura do senador Esperidião Amin para o Governo do Estado pelo PP, “fechado com Bolsonaro”. 

Ismael federal

O desdobramento do enredo envolvendo a pré-candidatura à reeleição da deputada federal Geovânia de Sá pode mesmo culminar com a Convenção da Igreja Assembleia de Deus manifestando apoio para a pré-candidatura a deputado federal; de Ismael dos Santos, que também é do PSD. Ismael já consultou o PSD sobre o assunto e estabeleceu dez dias para a decisão. A previsão é que nesse caso, a deputada Marlene Fengler, que concorreria a deputada federal pelo partido, concorra a estadual novamente. 

 Candidatos do PSDB

O PSDB da Amrec oficializou em reunião na noite desta quinta-feira, os nomes de Giovana Galato e Aroldo Frigo Junior como pré-candidatos a deputado estadual. O terceiro nome deve sair de consenso entre Acélio Casagrande e Dóia Guglielmi.

 Licença

Mesmo antes de ter a confirmação de seu nome como pré-candidato a deputado estadual pelo PSDB, o vereador Aroldo Frigo Junior, já havia anunciado licença da Câmara de Nova Veneza para se dedicar a pré-campanha.A cadeira na Câmara fica com o ex-vereador e agora suplente, Arlindo da Silva, do Distrito de Caravaggio,  por trinta dias. 

 Federais

Faltaram na lista que enumerou na coluna os pré-candidatos a deputado estadual pela região sul, os nomes de Felipe Estevão e Lucas Dalló, que estão colocados no cenário para a disputa pelo PTB.

Apoio

A prefeita de Içara, Dalvânia Cardoso, não é a primeira liderança do PP que manifesta apoio para um pré-candidato a deputado pelo PL. O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli não esconde que pretende fazer campanha para seu vice, Caio Tokarski, pré-candidato a deputado federal pelo PL e que também participou do evento nesta quinta-feira em Criciúma.

 No evento do PL

O PP da região sul tem como pré-candidatos a deputado estadual Pepê Colaço na Amurel e José Milton Scheffer pela Amesc. Na Amrec o nome ainda não está definido mas entrou no cenário a partir de quarta-feira o vereador licenciado Miri Dagostin, que é secretário de educação em Criciúma.

Suplentes

A Câmara de Vereadores de Araranguá conta no mês de outubro com cinco suplentes exercendo o mandato. Palmira Afonso, segunda suplente do Podemos, vai assumir cadeira de Luciano Pires no dia 15 de outubro. O vereador Jorginho do PP se licencia e assume  Patrícia Farias, Lena do MDB se licencia para que  Milene Garcia assuma, Samuel Nunes do PSD vai deixar a cadeira  para Mano do Morro assumir e Nelson do PDT, se licenciou deixando a cadeira para Daniel Brounstrup assumir.

 Educação Especial

Governo de Carlos Moisés da Silva consolida-se com repasse histórico para a Educação Especial. Serão ao todo R$ 100 milhões. Nesta quinta-feira, Moisés repassou 28,7 milhões para instituições de ensino especial do Sul do estado. Moisés provocou momento de emoção ao cantar a música “Certos Amigos” com Lucas da Silva Peruchi, aluno da APAE de Criciúma.

Enviando Comentário Fechar :/