Moisés saiu do isolamento que se encontrava praticamente desde que foi eleito, descobriu o valor de um avião para circular em várias cidades do Estado e quando necessário, dar uma esticadinha até Brasília, e acende velas para todos os santos para livrar-se do impeachment.
05/08/2020 11:08

O pedido de ajuda do Governador Moisés ao MDB é o principal assunto do dia na política do Estado. Ele iniciou a conversa com o Senador Dário Berger que chamou depois os demais líderes do partido em Santa Catarina. O encontro, organizado pelo ex-governador Paulo Afonso no apartamento do ex-senador Casildo Maldaner, contou com a presença também do ex-governador Eduardo Moreira.

Na ocasião, Moisés falou em “novo governo”, sinalizando para a participação do MDB em sua administração caso receba ajuda para se livrar do processo de impeachment. Por ora, a bancada de nove deputados estaduais estaria fechada com o voto a favor do afastamento do Governador e ele tenta por meio de líderes que decisão seja modificada.

Hoje, está em Brasília onde pretende conversa com deputados federais. No popular quer que a decisão venha de cima para impor aos deputados estaduais mudança de posição.

O MDB tem dois caminhos alinhavados e deve definir nos próximos dias qual trilhar: mantém a posição dos deputados e vota a favor do impeachment ou mapeia os cargos que pretende ocupar no governo e participa efetivamente da administração e Carlos Moisés.

O encontro da Executiva do partido com os deputados estaduais está marcado para a próxima segunda-feira.

Neste cenário, se levadas em consideração as conversas de bastidores de que o Governador Carlos Moisés teria conversado com líderes como Esperidião Amin e Jorginho Mello que estão de olho na sucessão estadual e por isso avaliariam a possibilidade de orientar o voto d deputados de seus partudos, o PP e o PL contra o impecahment, elas perderiam o sentido.

Isso porque, especialmente Amin estaria neste contexto, tentado evitar que o MDB, seu principal e histórico adversário,  voltasse ao poder no Estado. 

O que há de concreto em todo esse imbróglio envolvendo o impeachment no entanto é que Moisés saiu do isolamento que se encontrava  praticamente desde que foi eleito, descobriu o valor de um avião para circular em várias cidades do Estado e quando necessário, dar uma esticadinha até Brasília e acende velas para todos os santos.

O que se dispor a salvá-lo tem promessa de muita luz nos próximos tempos de seu mandato. De vela em vela, muita água ainda rola embaixo da ponte até a votação.

Enviando Comentário Fechar :/