O Número de Policiais Civis presentes a Assembleia convocada pelo Sindicato da categoria nesta semana confirma o alerta feito pelo ex-presidente da Associação dos Delegados, Ulisses Gabriel, sobre a insatisfação da categoria com a Reforma enviada pelo Governador Carlos Moisés à Assembleia Legislativa.
07/12/2019 23:10

O Número de Policiais Civis presentes a Assembleia convocada pelo Sindicato da categoria nesta semana confirma o alerta feito pelo ex-presidente da Associação dos Delegados, Ulisses Gabriel, sobre a insatisfação da categoria com a Reforma enviada pelo Governador Carlos Moisés à Assembleia Legislativa.

Há contestações principalmente em relação a aposentadoria dos Policias e Bombeiros Militares, que não teria idade mínima estabelecida e o valor da aposentadoria seria integral.

A Reforma Proposta pela atual administração deve gerar controvérsias também em outras categorias e já esbarrou no primeiro obstáculo: a intenção de votação em nove dias por parte do governo, foi adiada em reunião de líderes da Assembleia, que optaram por realizar audiências públicas com as categorias, para então estudar melhor tão delicado assunto.

Caso fosse colocada em votação neste ano, não teria inclusive os votos suficientes para aprovação, ocasionando nova derrota ao Governo Moisés. No próximo, a previsão é que até possa passar pelo crivo dos deputados mas não na forma original, como foi enviada ao Legislativo.

A proposta de reforma da Previdência é o grande teste do Governo Moisés ao adentrar seu segundo ano de mandato. A votação deve ocorrer em março.

Enviando Comentário Fechar :/